A epicondilite é a inflamação dos tendões na região do epicôndilo (músculos extensores e flexores do antebraço). De acordo com a região afetada, o paciente pode ser diagnosticado com epicondilite lateral (cotovelo do tenista) ou medial (cotovelo do golfista).

Os músculos das regiões do antebraço são responsáveis pelos movimentos extensores e flexores realizados pelos dedos e punhos, esses ligamentos que transmitem a força envolvem o músculo e o osso.

A lesão é mais comum do que se pensa e pode ser causada por atividades rotineiras que exigem esforço e movimentos repetitivos. Dores no cotovelo com piora ao apertar as mãos e força reduzida do punho e braço, são os principais sintomas relatados pela maioria dos pacientes.

O ortopedista especializado em traumatologia, ortopedia infantil, reconstrução e alongamento ósseo, Doutor Maxsuel Fidelis, aponta que a lesão é mais diagnosticada em esportistas e trabalhadores. De acordo com ele o tratamento não é invasivo e é confortável ao paciente ‘’O tratamento exige reabilitação com repouso e alongamento, medicações anti-inflamatórias e analgésicas. Em raros casos onde o paciente não apresenta melhoras com a reabilitação, é indicado a fisioterapia e infiltração, nos casos mais graves é necessário intervenção cirúrgica’’.

Ele ressalta que nos casos onde há a necessidade de realizar a infiltração, o procedimento deve ser realizado com muita cautela e responsabilidade por um médico especialista.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.