O Ambulatório de Infectologia da Secretaria Municipal de Saúde realizou na manhã desta quinta-feira, 29, a avaliação para risco de tuberculose de 32 profissionais do pátio rodoviário da Prefeitura. No total, foram avaliados 60 profissionais em duas etapas. Todos foram orientados sobre a doença e os principais sintomas, que são tosse sem melhora por mais de duas semanas, perda de peso, dor no peito, suor noturno, febre no final do dia, falta de ar e cansaço.

“A avaliação foi realizada pelo médico responsável pelo Programa Municipal de Tuberculose, Dr. Celso José Gomes, e durante as consultas foram solicitados exames laboratoriais e de imagem nos casos suspeitos, informou Maria de Lourdes Gianini, coordenadora do Ambulatório de Infectologia, que atende na Rua Perobal n° 4488 (fundos do Centro de Especialidades Médicas – CEM).

A coordenadora lembra que a tuberculose é uma doença bacteriana infecciosa e altamente transmissível que afeta os pulmões, mas que pode acometer outros órgãos ou sistemas. É causada pelo Mycobacterium tuberculosis (ou bacilo de Koch) e pode ter consequências graves se não for devidamente tratada. “As bactérias que causam a transmissão se espalham quando a pessoa infectada tosse ou espirra. A maioria dos infectados não apresenta sintomas”, alerta Maria de Lourdes.

Com o tratamento, a transmissão diminui gradativamente e após 15 dias ela estará bem reduzida. No entanto, o ideal é que as medidas de controle sejam implantadas até que haja a negativação da baciloscopia – o paciente deve cobrir a boca com o braço ou lenço ao tossir e manter o ambiente bem ventilado, com luz natural.

O tratamento da tuberculose dura no mínimo seis meses, é gratuito e está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), devendo ser realizado preferencialmente em regime de Tratamento Diretamente Observado (TDO). Mais informações no Ambulatório de Infectologia, pelos fones (44) 3906-1033 ou 98457-1044.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.