quinta-feira, 29 julho 2021
UMUARAMA/PR

Corpo do miliciano Adriano da Nóbrega é exumado para apurar circunstâncias da morte

Corpo do miliciano Adriano da Nóbrega é exumado para apurar circunstâncias da morte

O ex-policial também foi citado na investigação que apura a prática conhecida como “rachadinha”no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj

O corpo de Adriano da Nóbrega foi exumado na última 2ª feira (12.jul.2021) e será submetido a novos exames periciais para identificar as circunstâncias de sua morte, em fevereiro de 2020. Na época, o corpo passou por dois exames e a Secretaria de Segurança Pública da Bahia afirmou não haver indicações de execução ou tortura.

De acordo com o inquérito da Polícia Civil da Bahia, concluído em agosto de 2020, Nóbrega atirou 7 vezes contra policiais militares durante uma operação que tentava capturá-lo em um sítio na cidade de Esplanada, distante 170km de Salvador. Ele foi atingido por dois tiros.

O novo exame também permitirá, a depender das condições do corpo, descobrir a distância do atirador no momento dos disparos. A segunda perícia feita depois da morte de Adriano dizia que o atirador estaria a uma distância superior a 1,5 metro.

Adriano da Nóbrega é apontado como chefe de uma milícia no Rio de Janeiro. Ele estava foragido desde 2019, quando foi alvo da operação “Os Intocáveis”, do Ministério Público do Rio de Janeiro.

O ex-policial também foi citado na investigação que apura a prática conhecida como “rachadinha”no gabinete de Flávio Bolsonaro (Patriota) na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). Nóbrega e sua mãe, Raimunda Veras, trabalharam no gabinete do então deputado.

A família Bolsonaro chegou a contestar as circunstâncias da morte de Nóbrega no ano passado. O senador Flavio Bolsonaro (Patriota) divulgou suposta autópsia do ex-PM nesta semana e insinuou que ele foi torturado. O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) também pediu uma “perícia isenta” no caso.

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Mais lidas

Estupro

Renata Larissa teve estupro gravado por policial e foi morta em seguida, diz delegada

As investigações da Polícia Civil indicam que a jovem Renata Larissa dos Santos, de 22 anos, foi estuprada e...
acidente

Mulher morre após cair de trator em Serra dos Dourados

Uma mulher de 52 anos morreu após sofrer uma queda de um trator em que...
Sem nada

Rotam apreende carro usado para contrabando sem bancos e forração em Xâmbre

Um VW/Jetta preto foi apreendido pela Rotam na tarde desta quarta-feira (28), entre Xambrê e...

Notícias Relacionadas