sexta-feira, 17 setembro 2021
UMUARAMA/PR

Pediatra condenado por estupro de vulnerável está trabalhando no Samu em Umuarama

Pediatra condenado por estupro de vulnerável está trabalhando no Samu em Umuarama

Ele passou em um concurso público e trabalha como médico regulador

O médico pediatra Allesio Fiori Sandri Junior, condenado a 14 anos, 7 meses e 15 dias pelo crime de estupro de vulnerável, recorreu em liberdade e atualmente está trabalhando como médico regulador do Samu Noroeste, em Umuarama. A nomeação para o cargo ocorreu em 1º de setembro.

O ofício assinado pelo prefeito Celzo Pozzobom, que é o presidente da Ciuenp (Consórcio Municiapal de Urgência e Emergência do Noroeste do Paraná).

Em nota, enviada por um dos advogados do médico, Dr. João Claudio Sakuno Castanho, ao Umuarama News, é informado que o cargo não se trata de uma nomeação livre feita pelo prefeito, mas sim de um cargo efetivo provido por meio de um concurso público, em que o médico foi aprovado. A nota ainda ressalta que opiniões ofensivas e desprovidas de qualquer embasamento jurídico em relação ao médico, poderão estar às penas da lei.

Ainda segundo eles, Allesio é inocente e que “seu tratamento como tal somente pode ser revertido após a condenação criminal com trânsito em julgado, isto é, somente com a decisão final de mérito em que não caiba mais recurso, direito este assegurado a qualquer pessoa que responde a um processo criminal. Dessa forma, dado que estamos diante apenas de um primeiro pronunciamento do juízo de primeiro grau, essa sentença não tem o condão de produzir qualquer efeito, principalmente porque será combatida pelo recurso que poderá reformá-la no Tribunal de Justiça do Estado do Paraná”.

RELEMBRE O CASO

Dr. Allesio foi condenado por estupro de vulnerário em um caso que aconteceu em 2017 durante uma consulta médica. A vítima de 13 anos era uma paciente do pediatra.

A sentença condenatória foi expedida dia 26 de agosto, pela Juíza da 2º Vara Criminal de Umuarama, Silvane Cardoso Pinto, em regime de reclusão, no entanto, existia a possibilidade de os advogados de defesa recorrerem. Assista a reportagem completa com a advogada da vítima.

 

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Mais lidas

ALERTA

Paraná em alerta amarelo para tempestades; previsão é de muito vento, chuva e granizo

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta amarelo, ou seja perigo pontencial, para tempestades...
PEDOFILIA

Polícia Civil prende pedófilo por abusar sexualmente da filha, enteada e uma vizinha de 9 anos

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu preventivamente um homem, de 40 anos, por abusar...
Se deu mal

Adolescente que tentou roubar malote de dinheiro é preso pela PM em Umuarama

Um adolescente de 16 anos, envolvido em uma tentativa de roubo de um malote de...
CPI DA COVID-19

Município de Umuarama não doou terreno à Norospar

A Associação Beneficente Noroeste do Paraná – Norospar, emitiu “Nota de esclarecimento ao público”, na...

Notícias Relacionadas