quinta-feira, 28 outubro 2021
UMUARAMA/PR

Homem forte do tráfico de cocaína por portos é preso na capital paraguaia

Homem forte do tráfico de cocaína por portos é preso na capital paraguaia

Suposta amante, brasileira, também foi presa. A atividade da Senad com o Ministério Público do Paraguai foi denominada Operação Belia.

Um dos principal nomes do narcotráfico de cocaína entre Paraguai e Brasil, Miguel Ángel Servín foi preso neste sábado (9) na capital paraguaia Assunção em força tarefa conjunta da Senad (Secretaría Nacional Antidrogas) e Ministério Público do país vizinho, após vários anos de trabalho de investigação.

Com a prisão de Servín, a Senad aposta no desmantelamento da organização responsável por enviar cargas enormes de cocaína através de contêineres. Natural de Pedro Juan Caballero, ele vivia na capital paraguaia e era alvo de investigações desde 2010, fugindo desde então das autoridades públicas locais.

“Suas ações criminais estariam conectadas à carga recorde cocaína apreendida em 2020 pela Polícia Nacional, com destino à Israel. A ele se soma ainda supostos contatos permanentes com o PCC no envio de drogas ao Brasil”, frisa à Senad em nota publicada em espanhol e traduzida com adaptações ao português pela reportagem.

Miguel Ángel é irmão de Denis Servin, morto em Ponta Porã em agosto deste ano durante uma confusão envolvendo traficantes de drogas, na saída de uma casa noturno da cidade brasileira, localizada a 323 km de Campo Grande.

Além de Miguel, também foram presos com ele sua suposta amante, a brasileira Bruna Regina Martina Morais, de 29 anos, e que supostamente também o ajudaria no cometimento dos ilícitos de narcotráfico internacional através de contêineres.

Investigações envolvendo o nome do narcotraficante começaram em 2010, e só hoje resultaram em operação contra ele (Foto: Senad/Divulgação)

O esquema coordenado por Servín começarou em uma loja de celulares, em Pedro Juan, onde ele acabou desenvolvendo e ampliando as atividades até liderar a próprias organização de financiamento, coordenação e supervisão de grandes carregamentos de drogas através do transporte fluvial latente existente no Rio Paraguai.

 

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Mais lidas

Cafezal do Sul

Garoto de 5 anos convida sargento da PM para tomar café da manhã em sua casa

Nesta quarta-feira (27) o pequeno Gabriel, de 5 anos, teve um café da manhã diferente! Ele...
vakinha online

Moradora de Altônia que há 4 anos não recebe benefício do INSS pede ajuda

Luciana Alexandre da Silva, 41 anos, moradora de Altônia, procurou o Umuarama News,  em busca...

Notícias Relacionadas