quinta-feira, 9 dezembro 2021
UMUARAMA/PR

Reflexos do temporal no Paraná ainda afetam o abastecimento em cidades e distritos

Reflexos do temporal no Paraná ainda afetam o abastecimento em cidades e distritos

Na regional de Umuarama a falta de energia afeta o abastecimento em toda cidade de Tapira.

O temporal que atingiu o Paraná novamente neste fim de semana deixou muitas cidades do Estado sem energia e, por consequência, com o abastecimento comprometido. Na região Oeste, continuam sem energia as unidades de produção e distribuição de água de Campo Bonito, Ibema, Braganey, Corbélia, Céu Azul, Matelândia, Ramilândia e dos distritos de Rio do Salto, em Cascavel, Longuinópolis, em Braganey, e Mato Queimado, em Guaraniaçu. Ainda não há previsão.

Em Foz do Iguaçu a estação elevatória que abastece a região da Cidade Nova está sem energia, afetando o abastecimento nas regiões mais altas.  Um dos poços que abastecem os moradores de Missal continua sem energia, o que afeta o abastecimento em toda cidade. Na cidade de Medianeira a falta de energia atinge dois poços e uma estação elevatória de água. A Sanepar está fazendo manobras no sistema para que não falte água.

O sistema de abastecimento de Terra Roxa está operando com gerador. Não deve faltar água. Em Vera Cruz do Oeste a energia retornou na manhã desta segunda-feira (25), porém a retomada do abastecimento se dará gradativamente ao longo do dia. No município está desabastecido ainda o distrito de São Sebastião porque o poço está sem energia. Em Diamante do Oeste está sendo instalado um gerador para voltar a produção de água. Porém a normalização do abastecimento será durante o dia. Os distritos de Dois Irmãos, em Toledo, e São Judas Tadeu, em São Pedro do Iguaçu, permanecem desabastecidos e sem energia.

NOROESTE

Na região de Campo Mourão, estão com o abastecimento afetado pela falta de energia a cidade de Goioerê e o distrito de Jaracatiá, o distrito de Primavera do Oeste, em Juranda, e o distrito de Bourbonia, em Barbosa Ferraz.  A energia voltou no poço em Farol, porém o sistema de tratamento continua sem a energia o que impossibilita a produção e distribuição de água. Na cidade de Araruna a estação de tratamento de água está parada pela falta de energia. O desabastecimento pode atingir toda cidade. Em Campo Mourão, pode ocorrer baixa pressão nas redes ou falta temporária de água em razão do alagamento na captação e em um dos poços.

No município de Paranavaí estão comprometidos os sistemas de abastecimento na Vila Rural Águia Dourada e os distritos da Graciosa e Mandiocaba. Todos pela falta de energia. Na mesma região continuam com falta de energia as unidades de produção de água de Paranacity, Santo Antônio do Caiuá e Nova Londrina. O distrito de Icatu, no município de Querência do Norte, também apresenta falta temporária de água pela falta de energia. Amaporã e Guairacá voltaram a ficar sem energia nesta segunda-feira, comprometendo o abastecimento de forma generalizada.

Na regional de Umuarama a falta de energia afeta o abastecimento em toda cidade de Tapira. Em Indianópolis e São Manoel do Paraná a energia havia retornado, porém voltou a faltar, afetando o abastecimento em todas as regiões das duas cidades. Em São Tomé, Xambrê e Perobal o fornecimento de água está sendo feito de forma parcial porque algumas unidades continuam sem energia.

Na região de Maringá, o distrito Iguatemi, em Maringá, está sem energia. Um caminhão-pipa está auxiliando no abastecimento e um gerador está sendo locado para energizar o sistema. Floraí está com o abastecimento comprometido, já que tem um poço ainda sem energia. A Sanepar está com caminhão-pipa reforçando níveis dos reservatórios. O sistema de Ourizona está sem produção de água por falta de energia. Os demais sistemas de produção e distribuição de água de Maringá estão operando normalmente nesta segunda-feira (25). No entanto, como os níveis dos reservatórios foram afetados por causa da queda de energia, alguns locais estão com dificuldade pontual. Técnicos estão percorrendo bairros para conferir a pressão na rede de distribuição. A orientação é que o cliente ligue no 0800 200 0115 para que a Sanepar possa localizar os problemas e agilizar a resolução.

Na região de Londrina, o desabastecimento atinge as cidades de Itaguajé, Santa Inês e Primeiro de Maio, além dos distritos Bentópolis (Guaraci), Santa Margarida e Santa Terezinha (Bela Vista do Paraíso), Campinho (Arapongas) Jacutinga e Alto Porã (Ivaiporã) e Warta (Londrina). Nestas localidades, o abastecimento está prejudicado, parcial ou totalmente.

Também é solicitado o uso racional da água em cidades onde foi possível retomar o abastecimento, mas os níveis dos reservatórios se encontram em recuperação. São elas: Rolândia, Florestópolis e Novo Itacolomi.

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Mais lidas

POLÍCIA

Jovem morta em Santa Catarina foi obrigada a cavar a própria cova, diz polícia

A promotora de vendas Amanda Albach, 21, encontrada morta na sexta-feira (3) na praia de...
SAÚDE

Alemão mata toda família após fraudar certificado de vacina

Um professor alemão de 40 anos teria matado a esposa e seus três filhos de...
CONTRABANDO DE CIGARROS

PF desencadeia fase ostensiva da Operação Retorno e prende contrabandistas em Umuarama

A Polícia Federal não divulgou os nomes dos preso no âmbito da Operação Retorno.

Notícias Relacionadas