sexta-feira, 19 agosto 2022
UMUARAMA/PR

Vídeo mostra ataque de abelhas a bombeiros em SC; 13 pessoas ficaram feridas

Vídeo mostra ataque de abelhas a bombeiros em SC; 13 pessoas ficaram feridas

Três moradores de Blumenau foram encaminhados para o hospital. Socorristas estavam sem a roupa aproximação de apicultor quando foram picados.

PorG1

Um ataque de abelhas deixou 13 pessoas feridas, sendo três moradores, oito bombeiros e dois membros do Samu, em Blumenau, no Vale do Itajaí, no sábado (8).

Em um vídeo que circulou nas redes sociais, é possível ver uma mulher deitada no chão coberta por uma manta para evitar o ataque dos insetos. Logo em seguida, dois socorristas saem correndo do local tentando espantar as abelhas (Veja vídeo acima registrado por Alexandre José Portal de Notícias).

Os três moradores foram encaminhados ao Hospital Santo Antônio para receber atendimento médico. Apenas a idade da vítima mais grave foi informada, uma mulher de 50 anos. Até a última atualização desta reportagem não havia informações sobre o estado de saúde dos pacientes.

Segundo a corporação, as abelhas estavam muito agitadas a agressivas. Até domingo (9), os bombeiros não souberam informar o motivo do ataque. A situação foi controlada com apoio de um apicultor que estava na região.

Os agentes também foram atacados porque não utilizavam as roupas aproximação adequadas para o resgate com abelhas. Segundo a corporação, as vestes estavam no caminhão que realizava outro atendimento no mesmo período.

“O caminhão que carrega as roupas de apicultor estava em atendimento a um incêndio e as ambulâncias foram as primeiras a chegar à cena. Os bombeiros se depararam com uma senhora sendo atacada por um enxame de abelhas e, mesmo sem o EPI adequado, decidiram arriscar a própria integridade física em razão do alto risco que a vítima sofria. A ação rápida da guarnição foi determinante para levar a senhora e outras duas vítimas em segurança ao hospital. Infelizmente, todos os bombeiros sofreram ataques, mas todos foram medicados e estão bem neste momento”, informou o chefe da comunicação social da corporação, Tenente Fillipi Thiago Pamplona.

Ataque

Os socorristas foram chamados por volta das 17h30 para atender três vítimas atacadas por abelhas no bairro Itoupavazinha.

Ao chegarem no local, os agentes encontraram uma mulher de 50 anos no acostamento da rua sendo atacada pelos insetos.

Mesmo sem a roupa de aproximação, os agentes conseguiram resgatar e retirar as vítimas do local, utilizando um extintor de CO2 e equipados de EPI de combate a incêndio.

Durante esse atendimento, a própria guarnição foi atacada pelas abelhas. Os moradores foram encaminhados para o hospital.

Os dez socorristas atacados, cinco bombeiros militares, três bombeiros comunitários e dois membros do Samu, receberam atendimento, foram medicados e liberados ainda no local.

“[…] a quantidade de insetos era imensa, colocando todos que estavam num raio de 10 a 15 metros em risco”, informou a corporação.

A situação foi controlada após um apicultor utilizar um fumegador, equipamento que produz fumaça e espanta as abelhas.

Mais vídeos