quarta-feira, 6 julho 2022
UMUARAMA/PR

Polícia Federal afirma não haver mandante das mortes de Bruno Pereira e do jornalista Phillips

Polícia Federal afirma não haver mandante das mortes de Bruno Pereira e do jornalista Phillips

Segundo a PF, apesar de não haver mandante, outras pessoas devem estar envolvidas no crime e novas prisões podem ocorrer nos próximos dias.

A Polícia Federal (PF) informou, nesta sexta-feira (17), que a apuração sobre os assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dominic Philips não trazem indícios de ter havido um mandante ou organização criminosa por trás das mortes.

Em nota divulgada à imprensa, a PF, que coordena o comitê de crise para investigação do caso, informou também que as diligências continuam e que, apesar de não haver mandante, outras pessoas devem estar envolvidas no crime e novas prisões podem ocorrer nos próximos dias.

Ontem (16), o avião da Polícia Federal que transportou os restos mortais encontrados durante as buscas pelo indigenista e pelo jornalista pousou, por volta das 18h30, no Aeroporto de Brasília. O material foi levado ao Instituto Nacional de Criminalística, onde será periciado para confirmação da identidade.

Os materiais foram encontrados durante buscas realizadas com a presença do pescador Amarildo da Costa Oliveira. Ele confessou a participação no desaparecimento e indicou o local onde os corpos foram enterrados, uma área de mata fechada a cerca de três quilômetros da calha do Rio Itaquaí, afluente do Rio Javari. Diante da confissão, a PF foi até o local, onde foi realizada a reconstituição da cena do crime.

Vítimas
Dominic Marki Phillips, que é colaborador do jornal britânico The Guardian, e Bruno Pereira, servidor licenciado da Fundação Nacional do Índio (Funai), foram vistos pela última vez na manhã de domingo (5), na região da reserva indígena do Vale do Javari, a segunda maior do país, com mais de 8,5 milhões de hectares. O local concentra o maior número de indígenas isolados ou de contato recente do mundo. Eles se deslocavam da comunidade ribeirinha de São Rafael para a cidade de Atalaia do Norte (AM), quando sumiram sem deixar vestígios.

 

Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo impróprio ou ilegal, denuncie.

Mais lidas

Polícia Civil identifica dupla responsável por latrocínio tentado em Umuarama

A Polícia Civil, através dos Investigadores do GDE da 7ª SDP de Umuarama, conseguiu identificar...
Descaso em Alto Piquiri

População sofre com descaso em rodoviária e praça publica de Alto Piquiri

  Um dos cartões postais de Alto Piquiri vivi um momento critico, um total descaso por...

Trabalhadores na área de Saúde anunciam greve em Umuarama e região

Trabalhadores na área de saúde de Umuarama anunciaram uma paralisação a partir da próxima semana....
Prejuízo ao crime organizado

Contrabando na mira da Policia Federal

A Polícia Federal realiza neste momento terça-feira (05) uma operação contra grupo criminoso que atua...

Notícias Relacionadas